quarta-feira, 1 de junho de 2011

AMOR PROIBIDO

Amor proibido é talvez
A pior forma de amar.

Sem ao menos esperar
Tu  entraste na minha
Com a minha  licença  e
Meu coração vazio ocupaste.

Nunca poderia imaginar
Que com tanto carinho
Iria  começar a te amar.
E o amor chegou de levinho
E me fez sonhar
Que amar ainda seria possível.

Sonho beijar-te e devorar-te.
São beijos emocionantes
Em pensamento trocados.
Caricias de amor
Sentidas  em silêncio,
No meu quarto vazio.

Fecho os olhos e vejo
O teu olhar profundo
Meigo, penetrante e sedutor
Todo o meu corpo estremece
Toda a minha alma floresce
Já não sei mais o que fazer.

Será que  ainda existe
Uma forma de deixar de te amar?
O  amor incendiou a minha vida.
Quero e não quero
Esquecer-te mesmo que  sejas
Um amor proibido ...


A.C.

Sem comentários:

Enviar um comentário